Atendimento:

9.00 - 18.00

Whatsapp:

21 3005-9186

Ligue:

21 3005-9186

Maiores dificuldades do MEI e as possíveis soluções

Maiores dificuldades do MEI e as possíveis soluções

As maiores dificuldades do MEI foram reveladas por meio de um estudo promovido pela Serasa Experian e por meio dele pode-se constatar que grande parte desses pontos, embora comuns, são simples de serem resolvidos!

Maiores dificuldades do MEI e as possíveis soluções

Em 2017, o Serasa Experian realizou um estudo demográfico com o intuito de conseguir entender melhor as maiores dificuldades do MEI – para tal estudo, foram consultados 450 trabalhadores do varejo e comércio!

De acordo com os resultados obtidos na época, grande parte desses empreendedores se mantinha em busca de independência financeira, crescimento de caráter profissional, satisfação, menor carga horária, e outros.

Mas, um dos pontos mais apontados pelos entrevistados foi a facilidade que compõe o processo de formalização do MEI, bem como a baixa carga tributária!

Só que não é apenas de rosas que os microempreendedores vivem! Há algumas dificuldades que ainda assolam esses trabalhadores.

Continue lendo esse artigo e entenda melhor quais são as grandes dificuldades enfrentadas para quem opta pela abertura do MEI!

Maiores dificuldades do MEI – conheça mais sobre elas!

Com base no estudo promovido pela Serasa Experian, pode-se identificar que grande parte dos MEIs possuem dificuldades em conseguir um acesso de financiamento.

Para se ter uma noção mais assertiva desse ponto, cerca de 91% não conseguem obter uma linha de crédito e isso é um grande impedimento para seu crescimento e investimentos em seu negócio.

Em grande parte dos casos, com o intuito de contornar essa situação, alguns acabam optando em recorrer pelo crédito pessoal – só que os juros e taxas para isso podem ser nocivos para um empreendedor.

Há ainda uma boa parcela que acaba recorrendo em solicitar empréstimos para amigos ou familiares, e essa prática pode acabar também trazendo possíveis dores de cabeça.

Outro ponto de destaque que foi diagnosticado no estudo, consiste em uma substancial falta de tempo – na verdade o tempo é até mesmo visto como uma espécie de artigo de luxo para quem trabalha por conta própria.

O problema é saber ponderar – entre operacionalizar o negócio, procurar se dedicar às questões financeiras, realizar a divulgação da empresa e cuidar de todas as tarefas diárias.

A questão é que tanto as questões financeiras como também as atribuições que envolvem a divulgação acabam sendo deixadas em segundo plano, e a operacionalização torna-se o carro chefe!

E é aí que muitos MEIs sentem dificuldades de conseguir atribuir bons resultados em seu negócio, não sabem ao certo se estão tendo bons lucros ou prejuízos e a rotina acaba sendo ainda mais massacrante!

Isso porque acaba não se tomando as medidas necessárias para investir mais na empresam provocando uma ruptura entre o que foi projetado e a realidade.

Outro aspecto que acaba sendo bastante identificado por parte dos Microempreendedores Individuais é a dificuldade em conseguir conciliar de forma saudável a vida pessoal e a rotina empreendedora.

Um dos acontecimentos mais marcantes está associado a manter uma conta corrente no banco para as duas finalidades, o que pode acarretar um descontrole financeiro!

A dificuldade em adequar uma boa estruturação acerca dos fornecedores.

Outra dificuldade bastante comum e que também foi identificada por meio do Estudo promovido pelo Serasa Experian é com relação aos fornecedores!

Isso porque a busca e também a manutenção ainda acaba sendo considerada pouco estruturada.

Em grande parte dos casos, os MEIs ainda acabam se utilizando as ferramentas de busca existentes na internet, com o intuito de descobri parceiros para o seu negócio.

O ideal seria manter um cadastro bem estruturado e organizado de todos os fornecedores, pois isso ajudaria a dinamizar, e muito, o fluxo de trabalho.

Não investir em bons canais de comunicação e divulgação é uma das dificuldades de muitos MEIs

Entre as maiores dificuldades do MEI destaca-se também a ausência do uso de soluções consideradas mais avançadas para conseguir divulgar seu negócio.

Na verdade, quem se enquadra nesse perfil de empresa ainda não prioriza a preocupação em realizar investimentos na obtenção de um site próprio, e-mail ou até mesmo para promover campanhas digitais qualificadas.

O lado bom é que a pesquisa apontou que muitos manifestam interesse nesse aspecto, mas possuem dificuldades em incluir tais premissas em meio à sua rotina de atuação.

Isso se dá por todos os aspectos citados acima, mas principalmente devido à ausência de uma organização financeira – afinal, para investir é preciso saber qual o aporte de dinheiro que sem tem, certo?

Mesmo que a propaganda seja ainda algo que se mantém eficiente, é importante se atualizar e buscar meios de interagir junto ao publico de diferentes maneiras! – basicamente estar onde o publico também está!

E como resolver tudo isso?

Buscar conhecimento técnico! – Além disso, sempre se manter bem atualizado acerca da sua área de gestão.

Para tanto, os caminhos podem ser vários, podendo incluir o uso de um software de gestão, aplicativos e plataformas que ajudem a otimizar o tempo e que também agreguem informações para os processo do seu negócio!

Essas são as maiores dificuldades do MEI – e você? Se identificou com algumas delas?

Compartilhe:

Fechar [x]