Atendimento:

9.00 - 18.00

Whatsapp:

21 3005-9186

Ligue:

21 3005-9186

MEI precisa de Contador

MEI precisa de Contador?

Muitas pessoas tendem a se perguntar se o MEI precisa de Contador ou não! Na verdade, essa é uma das dúvidas mais recorrentes para quem possui sua MEI, principalmente para quem decidiu ingressar nesse universo recentemente!

MEI precisa de Contador?

MEI precisa de Contador? – certamente todo microempreendedor individual já se fez ou fará em algum momento essa pergunta!

De acordo com a Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, que tem como objetivo tratar das questões relacionadas ao MEI com limite de faturamento anual de até 81 mil reais, não é preciso contratar um contador.

O MEI também é totalmente dispensado de considerar uma contabilidade formal, o que não lhe obriga de forma alguma a estruturar um livro.

Mas, aqui mora um perigo! Mesmo se tratando de algo que não seja obrigatório, é importante que o MEI se dedique a trabalhar de forma extremamente organizada.

É fundamental manter um bom controle de compra e venda, saber o quanto se está de fato ganhando, para não acabar sendo traído pela falta de informação!

Quer ficar ainda mais por dentro desse assunto e ainda evitar possíveis dores de cabeça? Então continue acompanhando esse artigo!

MEI precisa de Contador – sem um contador é possível atribuir um bom controle das suas finanças e responsabilidades?

Como dito anteriormente, o MEI não tem qualquer obrigatoriedade em ter um contador, mas se por ventura ele quiser obter um serviço contábil não há nada que lhe impeça de tomar essa decisão!

Para quem tem o objetivo de obter um serviço contábil feito de forma mais profissional, contratar um contador pode ser um caminho bastante adequado e nós da Tokius Contabilidade temos todo o suporte pra você focar somente no seu negócio!

Para poder ter acesso a um empréstimo, por exemplo, o MEI precisa realizar a apresentação de alguns documentos contábeis, e nesse caso, o contador pode ser sim um grande aliado.

Mas, mesmo que você não precise levar em consideração essa obrigatoriedade, é importante tomar algumas medidas importantes, como manter um arquivo de todas as notas de compra feitas por você.

O mesmo é válido para documentos de empregados (caso tenha), canhotos de nota fiscal que eventualmente fizer a emissão e manter tudo bem organizado em caso de eventualidades futuras.

Na realidade, toda essa necessidade organizacional tem como finalidade beneficiar única e exclusivamente o próprio MEI, por permite que você atribua um maior controle sobre tudo que permeia suas finanças e faturamento.

O que saber sobre o faturamento mensal de suas receitas brutas?

Todo dia 20 (de todos os meses do ano) o MEI precisa se lembrar de fazer o preenchimento do seu Relatório Mensal das Receitas que conseguir ter no mês anterior.

Para ajudar na organização, o MEI deve sempre manter o relatório anexado junto às notas fiscais que foram emitidas e também as de compra.

Isso ajudará substancialmente na hora de fazer a sua declaração anual. E não se preocupe, esse relatório mensal é para organização própria e não é necessário envia-lo para ninguém!

No portal do empreendedor você pode ter acesso ao modelo: Modelo do Relatório Mensal de Receitas Brutas.

E sobre a declaração anual simplificada?

Todos os anos o MEI tem a obrigação de realizar a sua declaração do faturamento, sempre com base no ano anterior.

É importante ficar atento ás datas viventes para envio da declaração, pois caso o prazo seja excedido, o MEI deverá realizar o pagamento de uma taxa (multa).

Você pode conferir as declarações feitas ou solicitar a emissão da declaração vigente no Portal do Empreendedor - Declaração Anual do Simples Nacional – DASN-SIMEI.

Atrasei o meu pagamento mensal – e agora?

Quem decide não contar com um contador pode acabar cometendo esse tipo de esquecimento – mas, calma! É possível resolver a situação por conta própria também!

Se por ventura você acabou deixando um pagamento em aberto, poderá paga-lo após a data do vencimento. Porém, nesse caso deverá considerar que haverá uma cobrança de juros e também uma multa!

A multa é de 0,33% para cada dia de atraso e pode chegar até no máximo em 20%. Os juros são calculados levando em consideração a taxa Selic, que é de somente 1% (se for o primeiro mês de atraso).

Nesse caso, o MEI deverá fazer a emissão de uma nova DAS, referente ao mês de atraso – a mesma já virá com os cálculos atualizados. Como ficou evidente, se o MEI considerar esses pontos essenciais conseguirá tocar seu negócio sem que haja necessidade de contar com um contador para lhe prestar assistência.

Mas, de qualquer forma, nada lhe impede de contar com a ajuda de um profissional – o caminho mais eficiente em ambos os cenários é que você sempre mantenha sua documentação em dia!

MEI precisa de Contador? – agora que você já tem maiores orientações, que tal compartilhar esse artigo com outras pessoas que talvez tenham essa mesma dúvida?

Compartilhe:

Fechar [x]